Av. Paralela, ed. Wall Street Empresarial, Torre West, 517B - SSA, BA
71 3271-7815

Nota de Repúdio às declarações do Desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro

Nota de Repúdio às declarações do Desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro

A Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia – ASSETBA, vêm, por meio desta, manifestar o seu veemente repúdio às declarações do Desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro.

Durante entrevista, o desembargador afirmou que o Câncer do Poder Público são os magistrados e servidores vitalícios, conforme palavras do próprio desembargador: “Eles precisam trabalhar (magistrados e servidores vitalícios). Eu vejo, depois que estou lá dentro, que isso é um câncer do Poder Judiciário, e que se houvesse melhor aprimoramento para que pudessem todos trabalhar como deveriam trabalhar, o Poder Judiciário estaria muito melhor do que está hoje”.

Contudo, cabe evidenciar que o Poder Judiciário da Bahia (PJBA) comprova por meio dos índices a sua destacada PRODUTIVIDADE, com base no relatório do CNJ que evidencia ˜O PJBA ficou com a média de produção de 174 processos por servidor, acima da média estadual que é de 141, estando no primeiro lugar entre os tribunais estaduais de médio porte e o segundo lugar no geral. Este indicador computa a média de processos baixados por servidor da área judiciária.

No Índice de Produtividade dos Magistrados (IPM), o PJBA está no quarto lugar considerando os tribunais de médio porte e quinto no geral, com 1.902 processos baixados por magistrado em atuação – valor acima da média geral (1.672 processos). O IPM ser o 5º melhor da Justiça Estadual demonstra que nossos magistrados conseguiram produzir mais do que outros 22 Tribunais, e o IPS ser o 2º melhor da Justiça Estadual é motivo de muito orgulho para todos nós”, conforme Secretário Pedro Vivas. (Ler na íntegra: PJBA alcança 100% da Produtividade).

Assim, frente à injustiça da declaração do Desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro, que desmerece o trabalho árduo dos nossos servidores e magistrados, a ASSETBA se solidariza, deixando claro seu posicionamento e desde logo, parabenizando os servidores e magistrados por serem tão importantes na promoção da justiça em todo o território baiano.

Preciso de ajuda? Converse conosco!
Iniciar uma conversa
Oi! Clique em um de nossos membros abaixo para conversar no WhatsApp